Highslide for Wordpress Plugin
Homilias › 02/03/2017

8º DOMIGO TEMPO COMUM – ANO A

8º DOMIGO TEMPO COMUM – ANO A

25 e 26 de fevereiro de 2017

1ª LEITURA: Is 49,14-15

2ªLEITURA: 1Cor 4,1-5

EVANGELHO: Mt  6,24-34

 

Caríssimos irmãos em Jesus Cristo!

No Evangelho de hoje alerta sobre 2 perigos na vida do cristão que devem ser absolutamente evitados.

1º O DINHEIRO / 2º A INQUIETAÇÃO

1º –  O APEGO AO DINHEIRO: O que fazer para não amarra o coração aos bens deste mundo? O perigo que o dinheiro pode transformar em SENHOR  – DONO do nosso coração atinge riscos, e pobres. O 1º mandamento diz: “ NÃO TERÁS OUTRO DEUS ALÉM DE MIM´´ por quê?

Porque deve ser o objetivo de todos os nossos pensamentos, todos nossos atos, nossa conduta e toda nossa VIDA. Deuteronômio 6,5 alerta “ Ama o Senhor teu DEUS com todo o teu coração, toda sua alma, inteligência e tuas forças´´.

Ora pode acontecer entre nós, humanos, substituamos o único e verdadeiro Deus no nosso coração por outros deuses e comecemos a ama-los de todo coração, com toda a alma e com todas forças.

Esses pequenos deuses são chamados na BIBLÍA de “ÍDOLOS´´ – ocupam toda nossa mente os ídolos: sexo / o esporte / o partido político / a bebida / a dança / as baladas / a cultura…

São coisas boas, mas perigosas se transformam em ÍDOLOS, isto é, quando nos fazem perder o juízo, quando nos conduzem a praticar loucuras, quando absorvem odos os nossos pensamentos e todos os interesses.

Todos os ídolos destroem o homem e o pior de todos é o DINHEIRO. Ele é um bem necessário, mas é perigoso pois em verdade ele proporciona MUITO para quem o adora.

Eis o risco: “ tendo dinheiro… tenho tudo´´. Ele proporciona COMIDAS / BEBIDAS / SAÚDE / PRAZERES / CARROS E ROUPAS DE MARCA / COMODIDADE / VIAGENS / REGALIAS / LUXO / PODER sobre tudo e todos.

Esse ídolo é terrível: EXIGE TUDO!

Por amor ao dinheiro o homem pode perder a própria dignidade, engana a todos, rouba, passa perna, derruba os outros, arruína a vida dos outros, só pensa em si e nos seus bens, perde amizades, provoca desunião familiar, pode até renunciar ao afeto da mulher e dos filhos (para eles já não disporá de tempo).

Quem adora o dinheiro tem tudo, mas não é mais um homem: transforma-se num escravo.

Por que Jesus diz que Deus e o dinheiro não podem estar juntos? Não se consegue servir ao mesmo tempo  a dois senhores? É como jogar em 2 times de futebol: os 2 são adversários não há tempo para jogar nos dois times quando ambos são concorrentes em campo. Quem adora o dinheiro só fala nisso, gosta de ser o dono da verdade, dar ordens, prepotente e pretencioso, quer que o mundo esteja a seus pés, não sabe esperar pois acha que com o dinheiro compre tudo e todos. Deus e o dinheiro não combinam  porque dão ordens contrárias. Deus ordena “ama e ajuda teu irmão / dá alimento a quem tem fome / veste quem está nu / oferece abrigo a quem não tem…´´.

O dinheiro por sua vez, exige o contrário: “ aproveita do pobre – ele nada tem e precisa de ti / não forneça um remédio nem a um moribundo se não tiver dinheiro para paga-lo, vende seu produto pelo preço mais alto possível e não te importes se alguém morre de fome…´´. Exatamente por isso não é possível servir a Deus e o dinheiro.

Na 2ª parte do evangelho de hoje Jesus nos alerta contra outro grande perigo do nosso viver: por 6 vezes ele repete “ NÃO VOS INQUIETAIS ´´. Não é um convite à preguiça ou à indiferença diante dos problemas da vida.

Cuidado! Jesus não diz: “PARAI DE TRABALHAR que Deus vos dará tudo!´´ não é isto, ele  não convida à preguiça, ao desinteresse, à acomodação , nem ao “DOLCEFARNIENTE´´.

O que Ele recomenda é: não fiqueis aflitos, não vos inquietais. A inquietação pode provocar angústia, fazer perder a alegria de viver, levas à ansiedade, ao stress, não trazer nada de bom e provocar desastre, acrescentar outo sofrimento ao que já existe.

Tendo feito bem a nossa parte, dado o melhor de nós mesmos, mesmo diante das maiores dificuldades é preciso manter a paz do coração, na certeza de que a nossa vida está nas mãos de Deus e Ele  jamais abandona os seus filhos, acompanha-os sempre, abençoa seus esforços e seus compromissos e vai honrar aqueles que o honram.

As aves do céu e as flores do campo são coisas tão pequenas, mas não obstante. Deus se interessa por elas: com muito mais razão acompanhará a nossa vida, que somos seus filhos. E cristão não pode pensar que tudo depende exclusivamente dele. Se ele buscar a palavra de Deus e dirige os seus passos cultivando a certeza de que Deus reservou o melhor para si, todo o resto virá por acréscimo.

O  órfão é aquele que não tem pai e se preocupa com tantas coisas pois se sente abandonado. Nós não somos órfãos: Deus é para nós Pai e Mãe – Amém!

Louvados seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

 Pe. Silvio Roberto dos Santos

Pároco

Imprimir